CMDCA - Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Goiânia

Fechar

Precariedade do Case é denunciada

Thalys Alcântara

Um relatório divulgado no mês passado pelo Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT) aponta uma série de irregularidades no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Goiânia. O documento foi baseado em uma visita técnica no dia 28 de setembro do ano passado e contém várias recomendações para adequar a unidade ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e ao Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).

O relatório conclui que faltam atividades externas e internas para os adolescentes e jovens internados no Case. Eles ficam a maior parte do tempo trancados nos alojamentos e o “banho de sol” é de apenas 20 minutos. Para se ter uma noção, no Regime Disciplinar Diferenciado, para presos adultos de mais periculosidade, o tempo mínimo de banho de sol é de duas horas.

“Pela experiência do Mecanismo Nacional, quanto menos atividades são oferecidas e desenvolvidas com pessoas em privação de liberdade maiores serão os conflitos, as violências e violações de direitos. Sendo assim, há um risco de práticas de tortura e outros tratamentos cruéis, desumanos e degradantes”, descreve trecho do relatório do MNPCT, que é ligado ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Entre janeiro e setembro do ano passado foram registrados 90 casos de violência entre os adolescentes, que vão de agressões a tentativas de homicídio. Entre os problemas apontados pelo MNPCT está a falta de servidores no Case e a desmotivação desses trabalhadores. Isso seria provocado também por casos de assédio moral, que levaram ao afastamento por decisão judicial da antiga gestora do socioeducativo de Goiás, Luzia Dora. “Se os funcionários são assediados por seus superiores e se faltam canais de denúncias independentes e autônomos, a violência sofrida afeta diretamente o trabalho executado. Num extremo, prejudica o desempenho integral das funções dos profissionais e no outro extremo pode atingir diretamente o adolescente ou jovem da unidade, que recebe um atendimento afetado pela violência
que pode se materializar em violência direta contra eles”, diz trecho do relatório.

Os integrantes do MNPCT também demonstraram preocupação com a possibilidade de tortura contra os adolescentes. A equipe chamou atenção para um cassetete de madeira que tinha a inscrição “Chico doce” feita de caneta ponta de feltro, além de uma arma de choque. A presença desses objetos levantou suspeitas.

Adoção, uma conta que não fecha; entenda quais são os desafios

26 de outubro de 2019

Legislação que disciplinou processo completa 10 anos, mas obstáculos para adotar ainda são inúmeros “Meu primeiro filho nasceu para mim no dia 27 de outubro de 2014, aos seis anos de idade.” Quando escreveu esta mensagem em seu perfil no Facebook, a jornalista Débora Orsida, 43 anos, de Goiânia, tinha acabado de receber o documento…

Filhos mortos durante a gestação agora têm direito a um nome

21 de outubro de 2019

Após anos de espera, mães conseguem registrar filhos natimortos. Ação da Corregedoria do TJ-GO permite procedimento em cartórios desde a última sexta-feira Durante 2 anos, 2 meses e 7 dias, Alexandra dos Santos Oliveira, de 39 anos, esperou pelo dia em que conseguiria, enfim, registrar a filha Anabel. A menina, que viveu por 35 semanas…

Ação prepara adolescentes para nova fase da vida

10 de outubro de 2019

Rodas de conversa levam garotos e garotas a refletir sobre o futuro após serem obrigados a deixar instituições de abrigamento Numa ação inédita, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) deu início nesta quarta-feira ( 9), dentro da Semana da Criança, a rodas de conversas com adolescentes prestes a deixar abrigos de Goiânia. O objetivo…

Publicado Resultado Geral das Eleições para Conselhos Tutelares de Goiânia

7 de outubro de 2019

O CMDCA Goiânia publicou no final da noite desse domingo, 06/10, o Edital de publicação do Resultado Final do Processo de Escolha dos Conselhos Tutelares de Goiânia com a relação de votos de cada um dos candidatos a Conselheiros Tutelares das Regiões Centro-Sul, Norte, Leste, Oeste, Noroeste, Campinas. Acessa aqui.

Ler mais notícias